quarta-feira , 18 outubro 2017
Home / Destaque / HR ABRE RODA DE CONVERSA NA SEMANA MUNDIAL DO ALEITAMENTO MATERNO

HR ABRE RODA DE CONVERSA NA SEMANA MUNDIAL DO ALEITAMENTO MATERNO

Para celebrar a Semana Mundial do Aleitamento Materno no Hospital Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã) foram promovidas rodas de conversas, palestras e a ‘hora mamaço’. As ações, realizadas pela coordenação da maternidade, pediatria e comissão de aleitamento materno do Hospital, reuniram mães internadas, mães que tiveram bebes no Hospital e também estudantes do curso de técnico em enfermagem e de agendes comunitários de saúde.

É a primeira vez que o Hospital celebra a Semana Mundial de Aleitamento Materno e tudo foi preparado de forma que mães, pais e bebes se sentissem o mais a vontade possível. Segundo a coordenadora da maternidade e pediatria do Hospital, Luciana Licha, o ambiente temático e a atenção aos detalhes foram pensados com muito carinho. “Senti que todos precisavam se sentir acolhidos e confortáveis, pois era uma oportunidade única para esclarecer vários mitos e verdades sobre aleitamento. Considero um momento rico para o Hospital, com certeza superou nossas expectativas em relação à mensagem que nós queríamos passar, e as rodas de conversa foram perfeitas com muita troca de experiência e exposição de realidades”, destaca.

Troca de experiências

Durante as rodas de conversa, a equipe organizadora da ação preparou uma caixinha de perguntas onde mães e pais eram sorteados com perguntas sobre mitos e verdades sobre o aleitamento materno e as perguntas eram feitas para os enfermeiros obstetras integrantes da comissão de aleitamento do Hospital.

A professora Ana Beatriz França Lopes, de 25 anos, moradora em Ponta Porã, teve seu primeiro filho na maternidade do Hospital Regional. Ela parabenizou a organização e achou o evento extremamente informativo para toda família. Já a dona de casa, Jasmim Gimenes Medina, de 18 anos, também paciente moradora em Ponta Porã, não completou a gestação do seu bebe, mas disse que nunca tinha passado por uma experiência como essa, onde se pudesse saber tanto sobre a importância do aleitamento materno. E para Franciele da Silva, de 27 anos, dona de casa e moradora no Assentamento Itamarati, foi tudo uma novidade. “Esse é meu segundo filho e eu achei muito esclarecedor esse bate-papo, até porque não tive esse tipo de orientação quando amamentei o primeiro. Essas rodas de conversa são realmente maravilhosas eu aprendi muito com os depoimentos das outras mães”, conta.

A ‘Hora do mamaço’ aconteceu de forma simbólica durante as rodas de conversa. As médicas pediatras Dr. Regina Maria Gattass Ferreira e Dr. Patrícia Aparecida Vieira Caetano, diretora técnica do Hospital, também acompanharam as rodas de conversa. Na oportunidade, Dr. Regina esclareceu a essencialidade das mães amamentarem seus bebes já nos primeiros dias de vida, justamente por causa da importância da primeira amamentação ser o colostro (primeiro leite produzido após o parto), que é rico em proteínas, vitaminas e minerais de extrema importância para a nutrição e reforço do sistema imunológico do bebê. Os enfermeiros também orientaram as mães sobre vários temas, como a forma correta de segurar o recém-nascido no momento de amamentar, o posicionamento certo da cabeça e boca do bebe e os cuidados com a mama e a com a higiene.

Conforme matéria publicada no dia 5 de agosto no portal oficial de notícias do Governo Federal, o Brasil é destaque internacional em amamentação. O aleitamento materno é uma das fontes de nutrientes mais eficazes aos bebês até os seis meses de vida e ainda segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento materno é considerado padrão ouro de alimentação para crianças.

Apoio

A primeira Semana Mundial de Aleitamento Materno do Hospital Dr. José de Simone Netto teve a colaboração de pessoas e empresas: confeitaria e panificadora Pão de Mel, Casa da Amizade (Senhoras Rotarianas), Rotary Internacional, Medianeira Transportes, panificadora Pão de Ouro, coordenadora administrativa Patrícia de Oliveira, Dr. Asturio Marques, Dra. Regina Gattass, Dra. Patrícia Caetando, Dr. Netto Matchil, decoradora Ariane di Lauro, vereador Wanderlei Avelino e aos enfermeiros: Dyolla Grance, Aline Strabelli, Clarice Garcia, Luciana Licha.

Comentário

Comentário

Veja Também

PONTAPORANENSE TEM MAIOR POSSIBILIDADE DE SOFRER ROUBOS QUE MORADORES DE GRANDES CIDADES DO INTERIOR DO MS

O site Porã News tem trazido nos últimos dias aos seus leitores, a situação de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *