domingo , 25 junho 2017
Home / Geral / SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES E MARCADA POR DEBATE DE CRISE INSTITUCIONAL EM PONTA PORÃ

SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES E MARCADA POR DEBATE DE CRISE INSTITUCIONAL EM PONTA PORÃ

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ponta Porã, realizada na tarde de terça-feira (13), foi marcada pela abertura do espaço da Tribuna Livre para qos profissionais da Medicina e do Direito, abordassem temas preocupantes e grande importância para a população.

Durante a mesma se manifestou o médico, José Vidal Galindo, que, representando um grupo de colegas, questionou procedimentos efetuados pelas diretorias do Hospital Regional Dr. José de Simone Neto. O médico disse que há diversas falhas que ferem a ética profissional e cobrou respostas por parte das diretorias administrativa e clinica do referido hospital.

O presidente da Câmara Municipal, Otaviano Cardoso (PSDB), lembrou que o atendimento no Hospital Regional é um tema bastante abordado pelos parlamentares, uma vez que os vereadores precisam cobrar informações sobre os atendimentos efetuados para a população tanto de Ponta Porã quanto dos municípios vizinhos.

Ele recordou a realização de uma audiência pública que abriu espaço para a sociedade, com a participação dos vereadores, Ministério Público, representantes do Governo do Estado e da empresa Gerir, debater a situação do Hospital Regional.

Em seguida, foi aberto espaço da Tribuna Livre para que o presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), advogado Luiz Renê Gonçalves do Amaral, pudesse falar do papel da instituição em defesa da Democracia e dos direitos individuais e coletivos da população brasileira. Segundo ele, a OAB tem sido o principal instrumento da cidadania brasileira para lutar contra detentores do poder que se julgam acima das leis e da vontade do povo.

O presidente da OAB local disse que o momento é de crise institucionalizada tanto no Brasil quanto no estado de Mato Grosso do Sul. O dirigente falou que, ao tomar conhecimento de denuncias envolvendo mandatários estaduais, a OAB de MS imediatamente criou um comissão especial para apurar as denuncias relacionadas às autoridades estaduais e que o próprio governador Reinaldo Azambuja (PSDB) procurou a diretoria da entidade para se colocar á disposição mostrando interesse em esclarecer os fatos.

Renê colocou a OAB local à disposição da comunidade e dos vereadores para contribuir no trabalho de fiscalização das ações das autoridades, especialmente do Poder Executivo.

Em nome dos 17 vereadores, o presidente da Casa de Leis, Otaviano Cardoso, elogiou a atitude da OAB, Subseção local, e disse que a Câmara está aberta para todos os segmentos sociais que queiram manifestar-se no sentido de fiscalizar a aplicação do dinheiro público em todas as esferas e instituições públicas.

Comentário

Comentário

Veja Também

SANGA PUITÃ O DISTRITO ABANDONADO PELA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE PONTA PORÃ

Sanga Puitã o distrito que vive em meio ao abandono e o descaso da nova ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *