domingo , 25 junho 2017
Home / Destaque / AÇÕES BUSCA HUMANIZAR E MELHORAR ATENDIMENTO DE PACIENTES NO HOSPITAL REGIONAL DE PONTA PORÃ

AÇÕES BUSCA HUMANIZAR E MELHORAR ATENDIMENTO DE PACIENTES NO HOSPITAL REGIONAL DE PONTA PORÃ

A Comissão de Humanização do Hospital Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã) tem colhido resultados positivos em todos os setores do hospital. Funcionários, pacientes e acompanhantes estão trocando cada vez mais experiências de vida e cuidado, e a gratidão é o sentimento que está tornando o ambiente cada vez mais acolhedor para todos.

Jobs de Jesus Macena, de 46 anos, ficou internado por 29 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido a uma pneumonia grave. Quando ele chegou, seu quadro era difícil segundo os médicos, pois apenas 10% de seus pulmões estavam em atividade.  Mas Jobs reagiu surpreendendo toda a família e equipe médica, que comemorou com o paciente assim que ele foi transferido para enfermaria da Clínica Médica, realizando homenagem musical com a presença da filha, esposa e colaboradores do Hospital. O paciente, que já recebeu alta, disse que depois de tanto tempo internado, se sentiu literalmente em casa. “Penso que até mesmo no inconsciente não perdi a esperança. Sentia que estava rodeado de pessoas queridas e, conforme os dias passavam, eu sentia mais segurança para poder subir mais degrau”, afirma.

“Ao fazer quaisquer atividades que valorizam a vida das pessoas, sejam colaboradores, pacientes e suas famílias, estamos cultivando bons sentimentos. É como disse o Jobs, nossa missão é trazer a casa desses pacientes para dentro do Hospital”, declara a vice-presidente da Comissão de Humanização do Hospital, Monica Soares.

A Política Nacional de Humanização existe desde 2003 para efetivar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) no cotidiano das práticas de atenção e gestão, qualificando a saúde pública no Brasil  e incentivando trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários, e no Hospital Regional de Ponta Porã, as ações humanizadas tem favorecido o bom relacionamento entre todos, diariamente. Um sorriso, um ‘muito obrigado’, ou ‘posso ajudar’ tem sido palavras constantes, e é essa realidade de afeto e diálogo que faz a diferença.

O militar Marco Aurélio Sanguenza, de 47 anos, está com o filho Stefano de 10 meses internado por pneumonia no setor de Pediatria. Ele relata que desde o cuidado com a limpeza, o Hospital deixa evidente que está trabalhando para tornar cada dia melhor a saúde pública de Ponta Porã. “O Hospital tem profissionais extremamente responsáveis empenhados, e eu penso que isso precisa ser valorizado, porque mesmo com todas as dificuldades, temos um ótimo atendimento”, disse.

Na Ortopedia, um dos internados reconheceu carinhosamente o bom trabalho da equipe de enfermagem e os presenteou com canecas personalizadas contendo nome e função de cada um. O estudante Rafael Santana, 27 anos (internado por fratura em uma das pernas devido acidente de trânsito) disse que resolveu presentear a equipe, juntamente com seu irmão, Renato Santana, porque percebeu o empenho e a alegria dos enfermeiros e técnicos no atendimento a eles e aos demais colegas internados. “Desde o primeiro dia eles nos deixaram a vontade, sempre sorridentes e muito esforçados”, conta Rafael, que já recebeu alta e vai ao Hospital uma vez por semana para fazer os curativos pós-cirurgia.

“Eu e minha equipe nos sentimos motivados e satisfeitos pelo reconhecimento do trabalho que desenvolvemos dia a dia aqui na Ortopedia do Hospital”, afirma o enfermeiro Eduardo de Freitas.  A técnica de imobilização, Francielly Batista Oviedo, disse que ser lembrada representa atenção e sensibilidade no atendimento com as pessoas, visto que a equipe trabalha para ajudar as pessoas da forma mais humana possível.

Comentário

Comentário

Veja Também

ESTUDANTES DA ESCOLA ESTADUAL LIONS CLUBE SE DESTACAM NO EVENTO ROBO ÁRA EM PONTA PORÃ

Estudantes da Escola Estadual Lions Clube de Ponta Porã participaram do III Robô Ára organizado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *