sexta-feira , 15 dezembro 2017
Home / Destaque / EX-GOVERNADOR E DEPUTADO FEDERAL, ZECA É ELEITO PRESIDENTE ESTADUAL DO PT

EX-GOVERNADOR E DEPUTADO FEDERAL, ZECA É ELEITO PRESIDENTE ESTADUAL DO PT

O ex-governador e deputado federal, José Orcírio Miranda do Santos, o Zeca do PT, é o novo presidente estadual do partido. Ele assume o desafio já de olho em 2018. Com metas ambiciosas e conseguindo construir uma união interna, nunca vista antes dentro da sigla, Zeca afirmou que irá conversar com Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula, para decidir se concorre a vaga de senador ou governador nas próximas eleições.

A vitória dentro do partido ocorreu  no último sábado, durante o  6º Congresso do PT “Marisa Letícia Lula da Silva”. Zeca assumirá o lugar do ex-deputado federal Antônio Carlos Biffi. A conquista do mandato teve fator importante para conseguir a maioria dos votos dos delegados, ele conseguiu unir em uma única chapa o apoio de todos os petistas que têm mandato em andamento.

Após o resultado, Biffi, que tentou conquistar a reeleição, disse que a unidade encontrada durante o encontro era algo que ele sempre buscou quando esteve à frente da legenda.

“Tenho certo que o Zeca vai ter mais sucesso que eu nesta unidade daqui para frente. Apesar de nossas divergências pessoais, minha defesa se dá pelo fortalecimento da política partidária e os pontos que nos une na luta por uma sociedade justa e igual”, observou.

O presidente eleito apresentou um discurso conciliador antes e depois da votação. “O primeiro passo é a gente juntar o PT, reconhecer os erros, os excessos, pedir perdão e reconciliar com as pessoas e os grupos internos, que é muito importante para o partido. A partir daí construir um projeto reconhecendo que, o vendaval que tentou varrer o PT do Brasil passou.”

DIRETÓRIO ESTADUAL

Na oportunidade também houve a escolha do grupo que irá integrar o Diretório Estadual. A chapa vencedora foi formada pela união dos cinco grupos que disputaram as eleições municipais na Capital. Com 180 votos o grupo ganhou da chapa liderada pelo deputado estadual Pedro Kemp, que recebeu apenas 45 votos.

Agora os vencedores terão que apresentar os nomes dos novos dirigentes da sigla, que serão responsáveis pelo futuro do PT no Estado nos próximos dois anos. Dentre as metas já definidas pela nova direção está o apoio incondicional a candidatura do ex-presidente Lula para assumir o país nas eleições de 2018, bem como construir uma aliança com os partidos PDT, PCdoB e PSB em torno de um nome para disputa do governo de Mato Grosso do Sul.

Fonte http://www.correiodoestado.com.br

Comentário

Comentário

Veja Também

POLICIA IDENTIFICA CORPO ENCONTRADO EM RIO AMARRADOS DE PÉS E MÃOS

Policia identifica corpo encontrado amarrado de pés e mãos com corrente em rio no estado ...

Deixe uma resposta